image

Nos dias em que julgavam os juízes, houve fome na terra; e um homem de Belém de Judá saiu a habitar na terra de Moabe, com sua mulher e seus dois filhos – Rt 1.1

Houve uma fome na terra da promessa, na terra que Deus havia dito que manaria leite e mel. Isso aconteceu na época dos juízes, na época em que cada um fazia o que bem queria, pois não havia rei em Israel. Anarquia trás fome sobre a terra, mesmo sobre a terra que mana leite e mel. Foi nesta época que um homem chamado Elimeleque, esqueceu-se do significado do seu nome (Deus é rei), e saiu de sua terra, Belém de Judá, para habitar na terra dos moabitas. A palavra Belém significa casa do pão. Elimeleque temeu a fome mesmo morando na casa do pão. Ele ficou com medo e tomou uma decisão baseada no medo. Todas as vezes que se toma decisões baseadas no medo, e não na fé, os resultados são coisas das quais nos arrependemos. Havia uma fome na terra, mas, se Elimeleque temia a Deus, na Casa do Pão não faltaria comida para ele.

A Casa do Pão é o centro da vontade de Deus para nossas vidas. Enquanto estivermos vivendo no centro da vontade de Deus, pode haver fome em toda terra, mas para nós haverá pão. O grande desafio é permanecermos na vontade de Deus quando parece que o mais sensato seria ir para onde tem pão e a terra é bonita. Abraão fez isso um dia e quase perdeu a esposa por descer ao Egito numa época de fome na terra de Canaã (Gn 12.10-20). Elimeleque conhecia a história do patriarca, mas, mesmo assim saiu da terra da promessa.

Em Belém, ele estava sendo cuidado por Deus, mesmo com a difícil situação da terra. Em Moabe, mesmo sendo uma terra produtiva, ele morreu. Quando se sai da vontade de Deus começa-se a morrer. Seus filhos também morreram. Quem está intimamente ligado a alguém que vive fora do plano de Deus, também sofre.

Foi a viúva Noemi quem tomou a decisão que Elimeleque deveria ter tomado. Ela decidiu voltar para a Casa do Pão. Decisão de pessoa de fibra, pois, muitos preferem morrer do que dar o braço a torcer e voltar atrás em suas decisões erradas. E a importância que se dá àquilo que vão pensar e dizer… e o orgulho ferido… São coisas que impedem muitas pessoas de voltar à Casa do Pão.

Às favas com o que vão pensar e dizer! Noemi voltou.

Era tempo da colheita quando ela voltou (1.22). Era sinal de que aquela fase de seca havia acabado. Acabou porque ela resolveu voltar para o lugar de onde ela nunca deveria ter saído. Ela estava de volta à Casa do Pão.

Se estivermos morrendo, precisamos olhar para trás e examinar nossos caminhos. Desde quando começamos a morrer? Sempre há um ponto, um momento em nossa vidas, onde tudo começou. É ali que devemos voltar e consertar as coisas, nos humilhar, reconhecer nossos erros, restituir. Deus nos orientará no que devemos fazer. É ali que voltaremos a viver.

Voltemos enquanto é tempo.

Anúncios